Chuva e Histórias

Momentos da cidade capturados por um obturador qualquer

É inverno em Passo Fundo, talvez o inverno mais molhado dos últimos anos. Alguns sites de meteorologia afirmam que já choveu mais de 200 milímetros na cidade. Mais carros nas ruas. Guarda-chuvas transitam pelas calçadas, pessoas tentam se resguardar, correm… Mas o que realmente chama atenção nesses dias chuvosos é a vida ativa que os idosos de Passo Fundo levam.

Rolava água na tarde do último dia 20 na cidade, mas nem por isso os idosos decidiram ficar em casa. Tiraram seus “capotes” do guarda-roupa, apanharam um guarda-chuva qualquer (daqueles bem grandes, que mais parece um guarda-sol de praia) e saíram para realizar suas atividades, mesmo que essa atividade seja passear na rua mais conhecida da cidade e conversar com todos aqueles que seguem essa mesma rotina todos os dias. A Rua Morom é conhecida por abrigar lojas em toda sua extensão, é onde concentra o ponto forte do comércio local. Mas, além disso, a Morom é ponto de encontro dos Senhores Aposentados, e são eles que embelezam esta rua com suas conversas e sábias histórias sobre a cidade.

Pode fazer sol ou fazer chuva que nossos idosos estão por lá, dando o prazer de suas histórias. Essas histórias envolvem acontecimentos mundiais, esportes (com a velha rivalidade GreNal), e o que mais os diverte: relembrar acontecimentos da história de Passo Fundo. Os pontos de encontro variam, é quase que um passeio constante, na esquina da Praça Marechal Floriano, na esquina do Banco Itaú (antigo Banco da Província), nos cafés… Mas de uma coisa podemos ter certeza: os bancos da praça e as árvores da Moron estão repletos de histórias, e essas pessoas não deixam que se apaguem com o rolar do tempo.