Além do concreto

“Entre outros exercícios de espírito, o mais útil é a história.”

(Cayo Salústio Crispo) 

Desde o seu surgimento, em 1827, Passo Fundo passou por mudanças que resultaram no desenvolvimento atual da cidade. Por detrás das paredes, ainda que velhas, existe muita história, escrita por cimento, concreto e tijolo. História de um povo, história de uma época, história de uma cidade. Histórias e experiências que, ao longo do tempo, moldaram a sociedade passo-fundense.

Dentro das memórias de pessoas que fazem ou fizeram parte da história da cidade se encontram lembranças e vivências capazes de retratar épocas de povoamento, desenvolvimento e modernização. Sim, os prédios históricos de Passo Fundo – oficiais ou não – contam a história da cidade, como se fossem testemunhas silenciosas, trazendo consigo recordações de tempos que não se repetem.  Em 1827 o primeiro habitante de Passo Fundo Manoel José das Neves, Cabo neves, foi presenteado com terras para construir sua estância e abrigar a família. Perto da atual Praça Tamandaré se instalava a origem da população passo-fundense e a origem da cidade. Mais tarde, 1857, o povoado recebe título de município. Foi necessário que as edificações dessem o rumo da cidade: estação férrea, prefeitura, lojas, armazéns. Através das pedras Passo Fundo tornava-se grande.

A arquitetura da cidade desenhou seu desenvolvimento. Por entre as paredes de cada prédio instalado nas ruas passo-fundenses, hospedam-se capítulos de uma biografia já conhecida mas que, por vezes, é encoberta de poeira. Para Eduardo Knack, mestre em História é “a partir da idéia de patrimônio que se pensa a idéia de cidade” e, ainda, é a partir da valorização de tal patrimônio que se aprende a valorizar a própria cidade. “As pessoas não valorizam aquilo que não conhecem” completa o historiador. Da Praça Tamandaré à Cidade Nova, Passo Fundo construiu uma história para ser contada.

Para entender um pouco da história da cidade a partir das edificações que a compõe o Nexjor se propôs a voltar 18 décadas e recontar as experiências vividas nesta terra desde Cabo Neves.

Toda semana você encontrará aqui no portal a história por detrás de um dos prédios da cidade. E na semana que vem, o nosso encontro será na Praça Tamandaré – berço de Passo Fundo.