Natal e cidadania: da brincadeira à obra de arte

A dedicação está em cada detalhe. A proposta inicial de uma escola em Passo Fundo era incentivar seus alunos a recolher e separar o lixo reciclado dando um destino correto para eles, mas essa ação foi muito além do esperado.

Tudo começou na Escola Estadual de Ensino Fundamental  Jerônimo Coelho. Há quase um ano, em parceria com o AMA (Associação dos Amigos do Meio Ambiente), a professora  Susana Sandini mobilizou seus alunos na coleta e separação do lixo reciclado.

A proposta do projeto era conscientizar os alunos sobre o consumismo, sobre a enorme quantidade de coisas que compramos sem necessidade e depois ficam jogadas em um canto. “Pensar antes de comprar; se perguntar se você precisa mesmo daquilo que vai comprar e parar para pensar em quanto lixo cada um de nós está produzindo”, destaca a professora Susana Sandini, que também participou da ação.

Mas depois de tanto tempo separando lixo, uma vontade cresceu nesses alunos: tal construir algo com ele? Foi pensando nisso que a escola resolveu aproveitar o clima natalino para criar verdadeiras obras de arte.

A professora Ludinara Simone, que orientou os trabalhos que deram origem a exposição natalina, diz que como a escola já vinha trabalhando com reciclagem há muito tempo, “fizemos a proposta na aula de artes para eles criarem enfeites de natal com os materiais recolhidos, e eles aceitaram. Os alunos foram divididos em grupos, pesquisaram na internet alguns enfeites e descobriram como fazer. O resultado foi este belo trabalho que vemos aqui”, conta a professora.

Entre garrafas pet, papelão, cd’s, isopor e outros objetos, os alunos de 7ª e 8 ª série deram vida a peças decorativas com muita criatividade. E teve até papai noel… Os alunos Vitor Souza e Augusto Borges se vestiram de ‘bom velhinho’ para animar a criançada.

[nggallery id=90]