Indomável Sonhadora

indomável

Em várias de suas edições, o Oscar sempre abriu espaço para filmes independentes e surpreendentes exemplos. O escolhido da vez em 2013 foi Indomável Sonhadora (Beasts of the Southern Wild), uma obra simples, que passeia entre o fantasioso e o documental e expõe a pobreza de uma – pequena, mas existente – parcela da população americana.

O cenário escolhido, ainda que desolador, guarda certa magia em si. O tema surgiu de algo bem real, a rotina dos moradores dos pântanos da Louisiana, nos Estados Unidos, que se transformou em desamparo depois da passagem do furacão Katrina, em 2005. O caráter independente do longa é reforçado pelo elenco, formado por moradores de uma ilha no meio de uma barragem – no filme ganhou o nome de “Banheira” – que ficou completamente submersa após a passagem do furacão. Apesar das dificuldades, os habitantes da “Banheira” insistem em permanecer em suas casas, mesmo com água por toda parte. Algo compreensível quando se analisa sua situação e se percebe que essa é a única realidade que conhecem e que é onde se sentem seguros, capazes de cuidarem de si mesmos.

E essa é a grande lição da obra. A pequena Hushpuppy, vivida intensamente por Quvenzhané Wallis, cujo nome é impronunciável, é o personagem principal dessa história e, ao lado do pai Wink (Dwight Henry), precisa aprender a ter coragem, a sobreviver, mesmo um ambiente tão inóspito.

indomável 2

Ao longo do filme, o estreante diretor Benh Zeitlin nos faz mergulhar na vida dessa garota. Não só no que acontece ao redor dela, mas dentro, nos seus sentimentos, nos pensamentos, compartilhados com o público em voice-over. O universo metafórico e fantasioso caminha lado a lado com o universo real. Enquanto demonstra ser tão forte quanto animais pré-históricos, Huspuppy se descobre sentimental, com medo de perder o pai e com saudades da mãe, que a abandonou na infância.

É um filme com roteiro simples, mas, mesmo assim, interessante. Com duas indicações ao Oscar, de melhor filme e melhor atriz para a pequena Quvenzhané, de apenas 6 anos, Indomável Sonhadora ganhou reconhecimento por ser uma bela obra, com cenas comoventes. Benh Zeitlin se sai muito bem em seu primeiro trabalho e nos proporciona momentos de reflexão, de dura realidade, que, aliados ao universo de fábula, nos mostram que sempre é possível sonhar, ainda que com os pés no chão.

[stextbox id=”grey” caption=”Ficha Técnica”]

Diretor: Benh ZeitlinPoster Indomavel Sonhadora.indd
Elenco: Quvenzhané Wallis, Dwight Henry, Levy Easterly, Lowell Landes, Pamela Harper, Gina Montana, Amber Henry, Jonshel Alexander, Nicholas Clark, Joseph Brown, Henry D. Coleman, Kaliana Brower, Philip Lawrence, Hannah Holby, Jimmy Lee Moore, Jovan Hathaway, Kendra Harris, Roxanna Francis, Jay Oliver
Produção: Michael Gottwald, Dan Janvey, Josh Penn
Roteiro: Lucy Alibar, Benh Zeitlin
Fotografia: Ben Richardson
Trilha Sonora: Dan Romer, Benh Zeitlin
Duração: 93 min.
Ano: 2012
País: EUA
Gênero: Drama
Cor: Colorido
Distribuidora: Imagem Filmes
Estúdio: Journeyman Pictures / Cinereach / Court 13 PicturesClassificação: 10 anos

[/stextbox]