A brincadeira virou negócio grande

O que iniciou como uma descompromissada brincadeira há 30 anos, hoje se tornou um dos negócios mais lucrativos do mundo. Os videogames movimentaram mais de US$ 1 bilhão no mundo somente em 2012, conforme dados do VGChartz. No Brasil, as vendas de jogos e consoles também cresceram consideravelmente, tornando-se o quarto maior mercado do mundo – atrás dos Estados Unidos, Rússia e Alemanha. Mais de 45 milhões de brasileiros são jogadores, segundo pesquisa realizada pelo Ibope em 2012.

Em entrevista à Folha de São Paulo, o diretor da Ubisoft no Brasil, Bertrand Chaverot, destacou o crescimento da sua empresa no último ano. “Nós crescemos 300% no Brasil, enquanto a média mundial é 2,2”, disse. Outro dado interessante é que a divisão de gêneros está praticamente igual: 47% dos jogadores são mulheres e 53% são homens.

O censo realizado pela Associação Comercial, Industrial e Cultural dos Games (Acigames) apontou que 67% dos gamers brasileiros ainda preferem jogar nos consoles, ainda que os preços dos jogos para PC saiam pela metade – um lançamento para PC custa aproximadamente R$ 100,00, enquanto que para console o preço é R$ 200,00.

Mais informações sobre os números dos games você pode conferir no infográfico interativo abaixo.

[kml_flashembed publishmethod=”static” fversion=”8.0.0″ movie=”http://www.upf.br/nexjor/wp-content/uploads/2013/03/games.swf” width=”620″ height=”450″ targetclass=”flashmovie”]

Get Adobe Flash player

[/kml_flashembed]

Clique aqui para visualizar em tela cheia