Uma ideia de sustentabilidade

A casa ecológica localizada em um sítio em Passo Fundo foi criada por Alexandre Zaffari é exemplo de economia e sustentabilidade

A ideia de ecologia, reciclagem e reaproveitamento sempre esteve presente na vida do casal, Alexandre e Analice Zaffari. Foi quando, em 2009, surgiu a ideia de construir uma casa sustentável. As influências para a construção da casa, foram muitas, como por exemplo, o movimento escoteiro, que Alexandre participava quando criança. Para ele, o escotismo traz o amor pela natureza e também a ideia da ecologia. “Participando do movimento escoteiro, fui estimulado a gostar de sustentabilidade e também a ser criativo.” conta.

A criatividade que Alexandre se refere, reflete também no interior da casa. Diversos móveis são resultado do reaproveitamento, como os banquinhos, feitos de latas de tinta vazias. Na casa sustentável, Alexandre e sua esposa guardam boas histórias.”As ideias que trouxe, para a construção da casa, vieram das experiências que tive em minha vida. Já viajei por 17 países, então, de cada lugar que visitei trago uma história” fala Alexandre.

A construção da casa sustentável envolveu o apoio de muitas pessoas, principalmente da esposa, Analice Zaffari. “A ideia foi toda dele, a criatividade é dele, mas eu sempre apoiei e ajudei no que precisou.” conta Analice. Outro exemplo de apoio que Alexandre recebeu foi de um amigo, que pesquisava sobre a técnica chamada Superadobe, e deu a ideia das paredes serem construídas de terra.

Arte: Marcus Freitas. Texto: Eduarda Ricci Perin.

Arte: Marcus Freitas    Texto: Eduarda Ricci Perin

Construção  

A base da casa é feita de pneus cheios de terra, dificultando a entrada da umidade. Foram usados 27 postes de madeira para sustentar a casa e as paredes seguiram a técnica do Superadobe, com terra e ráfia. Todos detalhes internos da casa, foram feitos com sobras de construções e vidros reaproveitados. Algumas paredes internas e móveis da casa são feitas com a madeira OSB, cultura dos Estados Unidos. A água vem de um poço e é aquecida por painéis solares que captam a energia do sol, aquecendo a água das torneiras e chuveiros da casa.

O casal enfrentou alguns problemas na construção da casa: uma parede cedeu um pouco e teve que ser reforçada e uma parede interna feita de bambu teve que ser retirada por problemas com caruncho. Já o forro da casa sustentável é de caixas de leite e isopor, não deixando o calor entrar. Segundo Alexandre, a parte da eletricidade foi bem complicada. “Nenhum eletricista aceitou fazer a fiação da casa, então tive que fazer um curso de eletricidade, e completei a instalação” conta.

Próximos planos 

Os planos de sustentabilidades do casal não param com a construção da casa. Eles ainda planejam terminar o muro de pneus (confira na galeria de fotos abaixo), captar a energia do catavento que tem na frente da casa, implantar um projeto de aproveitamento da água da chuva e instalar painéis fotovoltaicos para aproveitar a energia solar.

Confira as fotos da construção da casa e também os registros que a equipe do Nexjor fez durante a visita a casa ecológica:

[nggallery id=127]

Matéria produzida por: Bárbara Born e Eduarda Ricci