Märchen: fantasia ou realidade? – PARTE II

Mulher de sete homens

Pobre menina, tão bela, rodeada de inveja e sem teto. Será? Quais os segredos de Branca de Neve e os Sete Anões?

Imortalizada pela cultura popular após a adaptação dos Irmãos Grimm e por versões da Disney, Branca de Neve é amada em várias partes do mundo. Uma das histórias mais admiráveis de todos os tempos, também é surpreendente.

"

“O que hoje chamamos de pedofilia, naquela época não era tido como um problema”. Jacqueline Ahlert

A menina em questão, diferente de Chapeuzinho Vermelho, era muito obediente e, mesmo assim, sofria com os maus tratos da madrasta. Em sua origem, a mesma que maltratava a garota era sua mãe biológica. Depois de anos de tortura contra a filha, foi forçada a dançar com sapatos de metal aquecidos até a morte. A professora da Faculdade de Artes e Comunicação da UPF, Jacqueline Ahlert, diz que Branca de Neve ainda explora um problema inaceitável atualmente. “A Branca de Neve teria surgido da história real de uma menina que foi escolhida para casar com um príncipe, só que no conto original ela tinha sete anos de idade. O que hoje chamamos de pedofilia, naquela época não era tido como um problema”.

Na versão Grimm, Branca de Neve era muito bela e despertava inveja por onde passava, inclusive naquela que supostamente teria que a amar. Para a professora da Faculdade de Artes e Comunicação, Maria Goretti Betencourt, um dos aspectos subentendidos no conto é a relação de inveja entre criadora e cria.

Foto: Guilherme Cavalli

A Branca vive com sete anões que não são homens completos e não representam perigo para essa menina que está saindo da vida de criança e entrando na fase adulta.”  Maria Goretti

“Temos um paradigma simbólico na história que é o fato de algumas mães não tolerarem o crescimento da filha e não aceitarem perder o posto da beleza para alguém”. Goretti ainda comenta que é necessário outra mulher estar na condição de mãe invejosa, pois se não fosse dessa maneira o conto não seria aceito pela sociedade. “Quando somos pequenos a mãe é tudo e no momento em que crescemos ela passa a ter defeitos, mas a gente não poderia ter uma mãe má então criaram a figura da madrasta maligna”.

Outro ponto importante na história é o espelho onde a madrasta de Branca de Neve se consulta todo o momento. Em diversas culturas, ele está relacionado ao alter ego e nesse conto de fadas não poderia ser diferente, já que a madrasta da menina não vê nada mais do que seu reflexo no objeto. “A fala da rainha é uma fala para ela mesma. Ela diz para si que é linda e ao mesmo tempo se dá conta de que aquela menina que mora em sua casa cresceu e está competindo com ela”, comenta Goretti. A professora ainda diz que a questão óbvia de Branca de Neve é o fato de que todo o enredo gira em torno da inveja. “Esse conto é baseado na inveja pela beleza, pela juventude e pelas possibilidades que a juventude oferece”.

brancadenevemaca

Signos presentes no conto também chamam a atenção. A maçã envenenada e o significado do número sete na história despertam a curiosidade de quem já a leu um dia. Para a professora Jacqueline, o número sete é mágico. “O sete é um número cabalístico, porque está no nosso imaginário de diferentes formas, como, por exemplo, os sete pecados capitais e todos os dias da semana, então o seu uso não é em vão”.  A maçã também carrega muitos segredos. “A maça é muito simbólica, porque representa conhecimento. A Branca teve que errar comendo o fruto, pagar por ele com sua vida, reviver e aprender com o erro depois”.

 

[stextbox id=”custom” caption=”Os sete anões”]

anoes

Agora o fato mais interessante de Branca de Neve: os Sete Anões. Ao crescermos nos damos conta do perigo que a bela princesa correu ao ir morar com sete homens que mal conhecia. No mundo imaginário, até mesmo essa questão é mascarada, comenta Goretti. “A Branca vive com sete anões que não são homens completos e não representam perigo para essa menina que está saindo da vida de criança e entrando na fase adulta”. A professora ainda cita algo surpreendente. “Nesse mundo imaginário seria necessário que todos os anões se juntassem para formar um homem inteiro e o príncipe é completo, então ele precisa aparecer na história para mostrar toda a sua virilidade para Branca de Neve”.[/stextbox]

E aí, gostaram da história de hoje? No próximo capítulo de “Märchen: Fantasia ou Realidade?” vamos descobrir o que a meiga Cinderela esconde. Até lá!