Equipes de balonismo

Conforme a programação do I Festival Internacional de Balonismo, oito equipes já estão no Campus I da UPF para participar das competições ao longo deste final de semana. Elas vêm dos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e até da Argentina. No balonismo, as equipes são chamadas pelo nome da empresa ou pelo nome do piloto e, normalmente, são compostas por quatro membros.

O Núcleo Experimental de Jornalismo conversou com o representante de cada equipe, confira:

Entrevista com o representante da primeira equipe, Carlos Niebuhr:

N: Qual é a cidade da equipe? Buenos Aires, Argentina.

N: A equipe tem nome? Minha equipe chama-se Vuelos en Globo.

N: Quantos componentes fazem parte? Quatro membros.

N: Há quanto tempo você voa? Fará uns 10 anos que voo de balão.

N: Está motivado para participar do evento? Sempre. Encanto-me com todos os lugares que visitamos com a minha equipe, também tenho a oportunidade de encontrar com amigos. Isso me motiva muito.

Entrevista com o representante da segunda equipe, Amarildo Tozzi:

N: Qual é a cidade da equipe? Torres, Rio Grande do Sul.

N: Quantos componentes fazem parte? Quatro componentes.

N: Há quanto tempo você voa? Sete anos.

N: O que o Balonismo significa para você? É uma sensação de liberdade, uma coisa imprevisível. Cada voo, cada pouso é diferente do outro. E a alegria de estar viajando, conhecendo pessoas novas e participando de eventos por toda a região.

Entrevista com o representante da terceira equipe, Murilo Hoffman:

N: Qual é a cidade da equipe? Torres, Rio Grande do Sul.

N: Quantos componentes fazem parte? Quatro componentes.

N: Há quanto tempo você voa?  Treze anos.

N: O que o Balonismo significa para você? É tudo na minha vida. Foi meu sonho desde criança me tornar piloto. Eu trabalho com isso desde pequeno, faço o que gosto. Eu nasci pra isso.

Entrevista com o representante da quarta equipe, André Ibanhez:

N: Qual é a cidade da equipe? Florianópolis, Santa Catarina.

N: Qual é o nome da equipe? A equipe chama-se Equipe Paulista de Balões.

N: Quantos componentes fazem parte? Quatro membros.

N: Há quanto tempo você voa? Aproximadamente 26 anos.

N: O que o balonismo representa para você? Além da sintonia, é preciso estar sincronizado. Ou seja, é preciso viver o momento. Sintonizar.

Entrevista com o representante da quinta equipe, Milton Lima:

N: Qual é a cidade da equipe? Campo Mourão, Paraná.

N: Qual é o nome da equipe? A equipe chama-se Miltons Balonismo.

N: Quantos componentes fazem parte? Quatro membros.

N: Há quanto tempo você voa? Eu estou no balonismo desde 1994, ou seja, 20 anos.

N: O que o balonismo representa para você? Toda criança que olha uma balão pensa: Ah, eu queria voar. A partir do momento que você sai para voar, você percebe que o voo é encantador, é uma sensação de liberdade. Vale muito a pena. A equipe é fundamental, um ajuda o outro, isso é essencial.

Entrevista com o representante da sexta equipe, Macleitiane Ecker:

N: Qual é a cidade da equipe? Carazinho, Rio Grande do Sul.

N: Qual é o nome da equipe? A equipe chama-se McFly Balonismo.

N: Quantos componentes fazem parte? Quatro membros. 

N: Há quanto tempo você voa? Comecei no esporte em 2006, mas me tornei piloto fazem dois anos.

N: O que o balonismo representa para você? Superação. É preciso superar muitas coisas para chegar até um determinado ponto.