Influência da saúde bucal nas atividades profissionais de jogadores de futebol – Universidade Aberta

Você sabia que a cárie pode interferir nas condições musculares dos atletas? A saúde bucal é um aspecto importante da saúde, bem estar e qualidade de vida. E para ser um bom atleta é necessário ter disciplina, bom condicionamento físico e por incrível que pareça, saúde bucal em dia. A odontologia desportiva é a área que cuida da saúde bucal de atletas. Atualmente, o futebol é um dos esportes mais praticados e populares no mundo. Apesar de não ser violento, pesquisas revelam que o futebol pode aumentar os problemas craniofaciais. A pesquisa de dois americanos indica que os jogadores de futebol podem sofrer de 12 a 25 lesões no crânio ou na face a cada mil horas jogadas. E o projeto “Influência da saúde bucal nas atividades profissionais de jogadores de futebol” foi desenvolvido pensando em avaliar a saúde bucal de jogadores profissionais de clubes de futebol da região sul do brasil. Ele é coordenado pelo professor Kauê Collares. E, embora exijam muito dos atletas, o futsal e o futebol tem suas diferenças. E quando se fala na preparação física e médica dos jogadores, essas diferenças aparecem mais.

A odontologia no futebol não é tão comum quanto a gente imagina. Por exemplo, a seleção brasileira teve seu primeiro dentista em uma Copa do Mundo apenas no ano de 1958.

O programa Universidade Aberta é produzido por nós, do NEXJOR, em parceria com a UPFTV e vai ao ar nas segundas-feiras, às 20 horas, com reprises nas terças, às 20h30min, e quintas, às 22h. Se você quiser ver o programa na íntegra, que abordou o Projeto de Pesquisa “Influência da saúde bucal nas atividades profissionais de jogadores de futebol”, que é coordenado pelo professor Kauê Collares, clique aqui.