O sinal toca, está na hora do intervalo e os doces, as frituras, os salgados e os refrigerantes não estão mais disponíveis na cantina da escola. Agora, a vez é dos sanduíches e sucos naturais, pastéis assados e saladas de fruta. Essa é a nova realidade dos alunos do Colégio Estadual Professor Mantovani de Erechim e eles falam sobre a experiência.

Um projeto de lei estadual aprovado pelos deputados no dia 03 de julho de 2018, proíbe que escolas públicas e privadas comercializem alimentos industrializados nas cantinas escolares. As escolas de todo o Rio Grande do Sul tem no máximo 180 dias a partir da data de aprovação do projeto para se regularizar conforme pede a lei. O objetivo das novas normas é promover ações sobre alimentação saudável que envolvem alunos e suas famílias, professores, proprietários e servidores das cantinas.

Algumas escolas do Estado já estão se movimentando e analisando como farão a  readequação, outras já colocaram as exigências em prática, como é o caso da Escola Mantovani em Erechim. O diretor da escola, Roberto Henrique Bagatini, explica que precisaram buscar novas alternativas para suprir as necessidades dos alunos.

Ele ressalta sobre a importância do papel da escola quando se trata de educação alimentar, e diz que algumas turmas auxiliam na construção do cardápio, o que pode ser mais atrativo e colaborar para uma alimentação mais adequada.

Voluntária na cantina da escola, Rosane Centenaro diz que sua experiência como mãe, a fez acreditar que a influência e a orientação dos pais é fundamental para que os filhos escolham um lanche saudável.

Importância da alimentação saudável 

“Troque receitas seja criativo, isso vai ajudar a ter uma alimentação melhor”.

A nutricionista e professora do Curso de Nutrição da UPF, Ana Luisa Alves, dá dicas de como ter uma alimentação mais saudável. Ela indica consultar o Guia Alimentar, que está disponível na internet e de fácil acesso, além de prestar atenção atenção aos rótulos dos alimentos. Ela diz que o ideal é consumirmos alimentos In Natura e minimamente processados e evitar os ultraprocessados.

 

Alimentação saudável

 

 

“Você pode fazer um cupcake de chocolate com aveia, com açúcar mascavo e farinha integral. Ele vai continuar sendo um cupcake, mas ele vai ter um valor nutricional muito diferente”.

 

 

 

 

 

Por Ana Paula Ferri e Giseli Biazus