FOTO/Créditos: Mariana Baciquetto

A terapia holística é um tipo de tratamento baseado na visão do holismo, que trata problemas e doenças a partir de uma visão total do paciente. A terapia holística, diferente de outras áreas de tratamento, busca fazer uma análise da pessoa como um todo. O objetivo é ajudar o paciente a melhorar a qualidade de vida e chegar ao aproveitamento máximo, buscando o equilíbrio físico, emocional e energético.

A terapeuta holísta Josy Ema Baciquetto, que tem contato com a prática já há sete anos, afirma que o entendimento é de que toda a doença ou desequilíbrio começa quando se perde a fé em si mesmo, não acreditando em suas potencialidades e capacidades, assim se desligando do espírito. As técnicas ajudam a aliviar o stress emocional e físico, dores nas costas, previne e combate depressões, insônia, TPM (Tensão Pré-Menstrual), ansiedade, medos e síndromes.

Josy complementa que o nosso DNA possui memória de fatos acontecidos com nossos antepassados e, muitas vezes as doenças que se manifestam no plano físico são lembranças acessadas destas memórias.

Muitas das terapias holísticas aplicadas durante os tratamentos são embasados na medicina oriental, como a Medicina Chinesa. Alguns desses tratamentos são a acupuntura, uso de florais, cromoterapia, massagens, fitoterapia, terapia com o uso de cristais, reiki, entre outros.

Uma fonte que prefere não ser identificada relatou sua experiência com a terapia holística, conta ela que em 2014 precisou ser submetida a dois procedimentos cirúrgicos, e devido aos procedimentos, acabou sendo necessário fazer o uso de muitos medicamentos.
Após duas semanas do último procedimento, começou a sentir uma tosse muito forte e apresentar dificuldades para respirar, foi ao médico e ele não conseguia fazer um diagnóstico do que a paciente tinha. “Como minha família conhece bastante sobre medicina holística, eu fui em um médico holista que disse que o sal presente no antibiótico tinha ido para o meu pulmão e se eu tomasse mais medicamentos, poderia causar pneumonia.” Relatou ela que após duas semanas com o uso de florais, todos os sintomas desapareceram.

Por:
Amanda Nascimento e Mariana Baciquetto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*