Foto: Jordana Wustro

Doenças sexualmente transmissíveis, ou DSTs, são doenças transmitidas por relações sexuais, além da manipulação de dados pessoais, e pela manipulação indevida de seringas com sangue infectado. Mas o contágio pode ainda ser de mãe para filho, seja durante a gravidez, quando a mãe é portadora ou durante o parto.

A transmissão pode ocorrer pelo contato direto através de relações sexuais onde não ocorre o uso de preservativos, tanto masculino quanto feminino e o parceiro(a) seja portador da doença. O outro modo é o indireto, onde a transmissão ocorre por meio do compartilhamento de utensílios pessoais, como roupas íntimas, ou pela manipulação de seringas

Os sintomas das DSTs são variados, assim como seus causadores, que podem ser derivados de fungos e bactérias. Alguns tipos de tratamento mais rápido e fácil, como uma gonorreia, enquanto outros ainda não são uma doença definitiva, como uma AIDS, podendo chegar a causar a morte da pessoa infectada.

Liamara Morillos, enfermeira chefe da UBS da cidade de Estação, tem feito o preconceito com o processo de reescrever uma vez que é uma grande região, e por meio de um recurso que muitas vezes buscam, em outras cidades, como Erechim.

Outra forma para o diagnóstico da doença ocorre por meio do teste rápido realizado no próprio Posto de Saúde, no mínimo 15 minutos, pode ser diagnosticado com uma presença de HIV, Sífilis, além de Hepatite B e C. Esse teste está disponível para gestantes, seus parceiros e qualquer pessoa que solicitem na entrada.

A fim de evitar o uso de preservativos, os primeiros podem fornecer uma barreira física durante uma relação sexual, além de continuarem a ser regulares ao urologista ou ginecologista, sendo importantes no diagnóstico da doença e do seu próprio tratamento. Liamara ainda comenta a UBS de Estação Possui um pacote de preservativos grátis, tanto para mulheres como para mulheres, mas uma oferta ainda é feita pelo preservativo masculino, enquanto o feminino é solicitado por curiosidade de uso.

AIDS

Causa : vírus HIV
Sintomas : os sintomas são variados, pois estão relacionados com o comportamento do sistema imunológico.Podem ocorrer, perder constantemente, perder peso, febre e diarreia.
Diagnostico : através de exames de sangue.
Tratamento : ainda não possuí uma cura definitiva. Seu tratamento é realizado por um conjunto de medicamentos, que busca impedir a replicação do vírus.
Pesquisadores da UNAIDS, cerca de 1,8 milhões de pessoas vivendo com HIV na América Latina em 2017. Destas, tiveram acesso a uma terapia anti-retroviral.Segundo Liamara, no Brasil o tratamento é mais rápido e eficaz para a adesão dos medicamentos “Quando vem e se pede o tratamento, em menos de uma semana a gente já consegue”, diz.
O Boletim Epidemiológico foi lançado pelo Ministério da Saúde em 27 de Novembro de 2018, 40 mil pessoas são pagas com HIV por ano no Brasil desde 1980.

GONORRÉIA

Causador Neisseria gonorrhoeae (bactéria)
Sintomas iniciais : Secreção com pus que sai pela uretra sem homem e na vagina ou na uretra na mulher. Inquérito à dor e à urina Diagnóstico: Exame físico do exercício, análise da história do paciente e exame dos exames laboratoriais.
Tratamento : Prescrição de antibiótico adequado.
Prevenção : Preservativo e higiene após uma relação.
Quando não é capaz de levar uma infertilidade, pode provocar uma doença inflamatória pélvica, que pode ser fatal.
Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) a disseminação da Gonorréia está ocorrendo com os novos hábitos sexuais da população, como o sexo oral.Além de estar ligado à queda sem uso de preservativos nas relações sexuais.
A maior faixa de mulheres é de 20 a 50 anos.

 SÍFILIS

Causador Treponema pallidum (bactéria).
Sintomas : Feridas na região genital que não ardem ou fazem, e caroço na virilha.
Tratamento : Prescrição de antibiótico.
Prevenção : Preservativo masculino ou feminino.
O diagnosis é realizado através do exame médico e de exames laboratoriais com amostras.

No Brasil a mais afetada pela sífilis são as mulheres na faixa etária de 20 a 29 anos. Em comparação com o ano de 2016, o número de detecções em gestantes foi de 28,5%. O mesmo acontece, o número de casos de óbito por sífilis congênita em relação ao período de 2016, indo de 195 a 206 casos.
O Fundo é o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

HERPES GENITAL

Causador : Herpes vírus humano.
Sintomas iniciais : Formulação, ardor e vermelhidão no local e formação de pequenas bolhas dolorosas.
Tratamento : Não há cura. O tratamento previne como erupções.
Prevenção : Preservativo e higiene antes e depois.
O exame é feito através do exame das imagens pelo médico e da análise laboratorial do material colhido das feridas.
The data of the WHO’s, about the two years of the global world of herpes type 1, that se manifesta in picos de estresse or immunity baixa. Em 2012 na África 87% dos homens e mulheres com menos de 50 anos possuíam herpes tipo 1.

CLAMÍDIA

Causador Clamidia trachomatis (bactéria).
Sintomas : Dor ao urinar (e nos testículos), corrimento amarelado ou sangramento durante uma relação sexual.
Tratamento : Prescrição de antibiótico adequado.
Prevenção : Preservativo masculino ou feminino.
Os dados são recentes sobre a clamídia no Brasil. 

Infográfico: Jordana Wustro

por:
Gabrielle Costa e Jordana Wustro

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*
*