A violência praticada contra jornalistas é uma realidade constante que apresentou crescimento, principalmente, no período de 2018 durante o período de eleições presidenciais. Segundo a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) os casos de agressões a jornalistas cresceram 36,36%, em relação ao ano de 2017. Fatores como gênero e o tipo de mídia na qual o jornalista atua também afetaram nesses índices, causando perseguição, atos violentos e em alguns casos até morte de profissionais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*