Lavínia Fritzen e Rebeca Finkler

Estamos em 2020, mas a presença dos negros no cinema ainda está longe de ser uma cena corriqueira. No universo cinematográfico nacional e internacional, os negros ainda são a minoria. Com isso, o termo “representatividade” é cada vez mais discutido. Afinal, que pessoas estão sendo representadas nas produções audiovisuais?

Mesmo que os protagonistas negros nas telonas ainda representem cerca de um em cada cinco filmes, o número de  personagens principais negros ou negras subiu de 13,9% para 19,8%, como mostra um estudo realizado pelo departamento de ciências sociais da UCLA (Universidade da Califórnia em Los Angeles) em 2019. 

A mesma pesquisa ainda revela que entre os personagens latinos, eles constituem apenas 5,2%, enquanto entre os asiáticos, estão presentes em 3,4% dos papéis de destaque.

Embora a representatividade desta população nas telas esteja evoluindo lentamente e ainda constitui pouco espaço, o cinema apresenta produções de sucesso com protagonismo negro. Com isso, separamos aqui na ComArte 10 exemplos de séries e filmes:

1) Cara gente branca (Dear white people) – 2017

A série foi inspirada no livro e no filme de mesmo nome, de autoria de Justin Simien. A história se passa em uma das faculdades Ivy League dos Estados Unidos. Depois de pessoas brancas se vestirem de personalidades negras para uma festa a fantasia, a protagonista, Samantha White (Logan Browning), denuncia os casos de racismo e machismo no seu programa de rádio da universidade juntamente com outros negros.

Onde assistir: Netflix

2) Como defender um assassino (How to Get Away with Murder) – 2014

A série é produzida pela ABC, mas você encontra as cinco temporadas na Nefflix. A história se passa em volta de uma famosa advogada e professora negra, Annalise Keating (Viola Davis) e seus cinco melhores alunos de direito criminal. Como eles acabam se aproximando depois passarem muito tempo juntos, fazendo com que segredos tomem conta de suas vidas.

Onde assistir: Netflix

3) Felicidade por um fio (Nappily Ever After) – 2018

A obra é baseada no livro “Nappily Ever After”, de Trisha Thomas que tem como protagonista a bem sucedida publicitária Violet (Sanaa Lathan). Mulher negra, desde muito nova aprendeu que seu cabelo era motivo de angústia, que cabelo crespo era feio e o alisamento era inevitável para se tornar bonita. Após algum conflitos amorosos, Violet resolve mudar o visual e passa a aceitar seu cabelo como ele realmente é.

Onde assistir: Netflix

4) Pantera Negra (Black Panther) – 2018

É o primeiro filme produzido pela Marvel Studios, com um super-herói e o elenco predominantemente negro. O jovem T’Challa (Chadwick Boseman) é líder de uma nação desenvolvida e isolada. Após a morte de seu pai, seu filho T’Challa retorna a Wakanda para assumir o trono e encara uma missão de recuperar um artefato do museu de Wakanda. Filme teve US$ 242 milhões em vendas de bilheteria nos Estados Unidos impulsionadas pelo público afro-americano.

Onde assistir: Now online – NET TV

5) Cidade de Deus – 2002

Uma produção nacional, o filme narra a história de Buscapé, um jovem negro e pobre, morador da Cidade de Deus, uma das favelas carioca, conhecida pela violência. Temendo virar um bandido, o garoto se descobre através da fotografia e aos poucos consegue carreira na profissão. A produção foi indicada ao Oscar em 2003. No ano de 2004 ele foi indicado em quatro categorias: melhor diretor, melhor roteiro adaptado, melhor fotografia e melhor edição, acabou não ganhando em nenhuma, mas se tornou o filme brasileiro com mais indicações. 

Onde assistir: Now online – NET TV

6) Insecure – 2016 

Criada e protagonizada pela comediante, produtora e roteirista Issa Rae, junto com Larry Wilmore, a série conta as desventuras de duas mulheres negras chegando na casa dos trinta anos. De forma descontraída, a série aborda temas como a solidão da mulher negra, racismo, desigualdade salarial, sexualidade, poliamor, masculinidade do homem negro, entre outros assuntos. A série estreou em 2016 e já anunciou a terceira temporada.

Onde assistir: HBO Go

7) Atlanta – 2016

Semelhante ao estilo de Insecure, só que protagonizada por homens, Atlanta é uma boa opção de série para quem adora humor. Premiada no Globo de Ouro nas categorias “Melhor Série de Comédia” e “Melhor Ator em Série de Comédia”, a obra apresenta o universo do hip hop.Se passa na comunidade negra de uma das cidades mais importante do sul dos Estados Unidos e mostra uma parte da realidade que permanece hostil e muitos afro-americanos. Além disso, a série também faz uma análise da nossa época.

Onde assistir: Netflix

8) Django Livre – 2013

O filme de Tarantino conta a história de Django (Jamie Foxx), um negro escravizado que é libertado pelo Dr. King Schultz (Christoph Waltz), um assassino de aluguel. Junto dele, Django foi em busca de sua esposa, que foi separada dele em uma das casas onde os dois foram escravizados. Nessa jornada, o herói enfrenta uma série de situações racistas que aconteciam nos Estados Unidos na época, com referência a casos que ocorrem até os dias de hoje.

Onde assistir: Youtube

9) Ali – 2001

O longa biográfico fala sobre a vida de Muhammad Ali entre 1964 e 1974. Além de retratar a ascensão do lutador no boxe norte-americano, o filme também mostra como o esportista, vivido por Will Smith, se relacionava com movimentos de orgulho e luta negra, dando ênfase para a amizade que Ali tinha com Malcolm X.

Onde assistir: Youtube

10) A procura da felicidade  – 2007

Também protagonizado por Will Smith, como Chris Gardner, um empresário com sérios problemas financeiros, que perde a esposa e passar a cuidar sozinho de seu filho, Christopher (Jaden Smith). É um clássico, que conta a vida deste personagem e mostra as dificuldades e desafios impostos a negros de origem humilde que buscam uma oportunidade para sustentar a família.

Onde assistir: Netflix

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*