Série produzida por Netflix e ESPN conta trajetória do maior jogador de basquete da história, Michael Jordan

Por Victor Ferreira

O astro do Chicago Bulls liderou a equipe nos anos 90. A série Arremesso Final, com seus dez episódios, acompanha a temporada de 97-98 da NBA. Também mostra desde o início da carreira de Michael Jordan, em 1984, quando ele ainda era um calouro em Chicago. Desta forma, explica minuciosamente a importância de Jordan ao basquete, a sua influência e como ele colocou o esporte em outro patamar. 

Foi Michael que autorizou as gravações e agora a aprovação final da série, mas, mesmo vindo dele a iniciativa, não esconde seus lados negativos na carreira. O documentário mostra que por vezes ele era cruel com seus companheiros de equipe e algumas das inimizades que criou por conta de uma raiva cega criada por sua competitividade. Competitividade que ele explica que é um dos fatores por ele ter se tornado quem ele é atualmente. Jordan é tão importante para o esporte que possui uma marca de tênis, o Air Jordan, e participou de um filme de muito sucesso Space Jam: O Jogo do Século, ambos são citados na série.

A série mostra a importância do jogo coletivo, pois apesar de Jordan ser uma lenda, ele não jogava sozinho… Em alguns episódios o documentário mostra o lado dos seus companheiros e até do seu treinador Phil Jackson no Bulls, mas principalmente Dennis Rodman e Scottie Pippen, outros dois astros do basquete que fizeram parceria para grandes conquistas. A produção traz jornalistas, rivais, companheiros de equipe e até seus familiares para comprovar a sua dinastia no esporte. 

Os lances são um baita atrativo para quem está assistindo, desde assistências, enterradas, jogadas no último segundo, que marcaram a carreira de Jordan

Pra quem aprecia as músicas dos anos 90, também foi algo que chamou atenção na série, a trilha sonora foi praticamente toda baseada em clássicos do rap como Run DMC, Coolio e A Tribe Called Quest. (se você quiser saber mais sobre o hip hop, acesse nossa matéria da ComArte detalhada sobre isso!)

Pra quem ama o basquete, com certeza foi uma série de tirar o fôlego, poder rever toda a história escrita por Michael Jordan novamente é sempre um prazer. Os lances são um baita atrativo para quem está assistindo, desde assistências, enterradas, jogadas no último segundo, que marcaram a carreira de Jordan

O resultado de mais de um ano de gravações ficou guardado por quase duas décadas, mas saiu no momento exato. Em tempos de pandemia, quando o basquete está paralisado por conta de ordens de isolamento social, nada melhor do que matar a saudade maratonando essa série que está fazendo um grande sucesso. E não tem nada melhor do que lembrar a hegemonia do Bulls nos anos 90 e o maior jogador de basquete de todos os tempos.