A equipe conquistou duas categorias na 11ª edição do evento

Andreéla de Paula e Natália Maurina

O Núcleo Experimental de Publicidade e Propaganda (NexPP) é um segmento da antiga Agência Experimental de Publicidade e Propaganda (AgexPP), surgida na Universidade de Passo Fundo (UPF) em 1996. A instituição, por meio da Faculdade de Artes e Comunicação (FAC), concentra este Núcleo, que integra acadêmicos do curso de Publicidade e Propaganda em um laboratório prático de ensino-aprendizagem, onde os alunos, apoiados por professores supervisores e funcionários, possam aprender na prática o fazer publicitário. Assim, a experiência prepara o acadêmico para assumir diversas funções no mundo publicitário, principalmente por meio do desenvolvimento de campanhas institucionais para a Universidade. Hoje, trabalham no local cerca de 25 pessoas entre funcionários e estagiários.

Além da elaboração dos trabalhos para a experiência, os integrantes do Núcleo buscam também o reconhecimento de seus trabalhos fora do laboratório. Depois da premiação no 21º Festival Mundial de Publicidade de Gramado , terceiro maior evento do mundo na área, em número de participantes, NexPP da Universidade de Passo Fundo foi um dos destaques na 11ª edição do Prêmio Universitário de Publicidade do Centro Universitário Franciscano (Unifra) que aconteceu na última sexta-feira (24).

O evento, promovido pelo curso de Publicidade e Propaganda da Unifra, possui o objetivo de avaliar, valorizar e premiar peças publicitárias criadas em atividades acadêmicas de Instituições de Ensino Superior da região Sul, além de qualificar os trabalhos acadêmicos, valorizando e expondo ao mercado a produção dos alunos do curso. Na disputa, o NexPP conquistou ouro e prata na categoria AgenciaAgência Experimental Peça Avulsa, com as peças “Don’t stop the music”, e “As formas de viver a publicidade”, sucessivamente.

Coordenadora do Núcleo, Maria Goretti Baptista Betencourt, fala sobre a fundação do NexPP 

Estagiária de atendimento, Nicole Pereira, comenta sobre os processos de criação das peças do NexPP

Fernanda Quinhones Dos Santos (atendimento NexPP) fala sobre a importância do Núcleo

A formação oferecida pela universidade e experienciada no NEXPP, prepara o acadêmico para assumir diversas funções no mundo profissional. A graduada em Comunicação Social – Jornalismo, e especializada em Publicidade e Cultura Contemporânea, também atual professora na FAC, Fabiana Beltrami da Silva, conta como o NexPP foi uma verdadeira experiência profissional: “eu me formei em 2000 em Comunicação Social – Habilitação em Rádio, TV e Vídeo, depois de formada fiz alguns trabalhos como freelancer e devido a falta de oportunidades na área, resolvi cursar Publicidade e Propaganda”, explica. No ano de 2002, retornou à FAC, onde neste período consegueiu o estágio na AgexPP – Agência Experimental de Publicidade e Propaganda, nome do Núcleo na época., “Eu entrei na vaga de Produção Eletrônica, que seria trabalhar com a produção de vídeo e áudio. Quem ocupava a vaga e que estava para sair era o Cleber Nelson. Eu entrei umas duas semanas antes dele sair para pegar o ritmo de trabalho”, conta a professora. Naquela época, a Agência produzia campanhas para setores internos da UPF e também para algumas empresas externas, um exemplo disso era o trabalho que desenvolviam com os Bombeiros, realizando campanhas para serem divulgadas nas escolas com o tema “cuidado com o fogo”. “Eu fazia alguns auidiovisuais, lembro de ter feito um VT com a orientação da Professora Marga, sobre o Comitê da Cidadania, fiz alguns comerciais dos patrocinadores da UPFTV, naquela época funcionava só em canal fechado e o espaço físico deles também era na FAC”, relembra Fabiana.

Dentre as várias histórias que aconteceram nesses 21 anos de Agência, Fabiana relembra a que mais marcou sua trajetória “a melhor lembrança da Agex era os colegas. De modo geral o ambiente era muito bacana de se estar, muito criativo e os professores incentivavam a gente a ser criativo também”. A professora ainda destaca como a Agência contribui e influenciou em suas escolhas profissionais “acho que a Agexpp influenciou o meu olhar mais estético e preocupado com os detalhes. Sempre trabalhei com vídeo na graduação, quando eu fazia Rádio, TV e Vídeo, na época tendo feito estágio na extinta Produtora de Vídeo da UPF, que me proporcionou muita experiência prática na área que eu queria seguir – o audiovisual”, ela conta que, devido à experiência na área, recebeu mais confiança na hora de realizar suas tarefas e isso acarretou em responsabilidades e a vontade de fazer melhor e com mais criatividade. “Foi um momento muito importante e, que por estar na FAC de volta, me proporcionou o contato com a Publicidade, mais diretamente, e que depois veio a influenciar na escolha da pós”.

A Professora Aline do Carmo, formada em Comunicação Social, especializada em Design Gráfico – Arte na Comunicação e com Mestrado em História, iniciou sua experiência dentro da AgexPP: “Comecei em 2000, quando se tornou Agexpp, antes era Laboratório de Publicidade, onde trabalhava eu e o professor Prof. Luis como estagiários. “Lá, produzíamos apenas material gráfico apenas, cartazes, folders, prospectos para eventos internos da UPF” , relatou. Dentre as várias memórias que a Agência proporciona aos seus colaboradores, a convivência é a mais lembrada pelos que passaram por lá. “A melhor lembrança que trago são os colegas e o aprendizado que tive. Sou Diretora de Arte hoje por que aprendi com o Luis tudo o que sei sobre o software gráfico, comecei como estagiária no primeiro semestre da faculdade, de forma voluntária, e me apaixonei pela área gráfica e seus desmembramentos artísticos.” , relembrou.