Por Gabriela Candaten e Marina Shehadeh

A Faculdade de Artes e Comunicação conta com o apoio de 27 funcionários, sendo que 8 deles são do Nexpp e 3 do Nexjor

A Faculdade de Artes e Comunicação (FAC) surgiu com o Instituto de Belas Artes, em ANOA, e é uma das unidades acadêmicas que constitui as origens da Universidade de Passo Fundo. Seus cursos, sendo eles, Artes Visuais, Design Gráfico, Jornalismo, Música e Publicidade e Propagando, possuem mais de meio século de tradição, sempre preocupados em acompanhar as mudanças na sociedade.

A FAC, por meio dos cursos de graduação que oferece, tem projetos de extensão comunitária, núcleos experimentais, de Jornalismo e de Publicidade e Propaganda, além de um conjunto de laboratórios, entre eles o laboratóriode Rádio, de Vídeo, de Fotografia, de Pintura e de Percussão. Visto a importância da obtenção de cultura, a FAC também disponibiliza a comunidade o Museu de Artes Visuais Ruth Schneider (MAVRS).

Mas, para que tudo ocorra da melhor forma possível dentro da FAC, é extremamente importante o empenho e dedicação de funcionários dispostos a oferecer o melhor para os alunos que frequentam o lugar. Assim, pensando na importância da função de cada funcionário se faz necessário relatar um pouco da história de alguns deles. Uma dessas pessoas é a funcionária do Núcleo Experimental de Publicidade e Propaganda (NEXPP), Camila Teixeira, de 26 anos. Há 4 anos ela trabalha no local e atualmente é assistente de comunicação.

 

Roseli Fatima dos Santos, ou simplesmente Rose como é carinhosamente conhecida pelos alunos e demais funcionários, tem 46 anos e trabalha como zeladora na FAC há cinco anos. “Pra mim é ótimo trabalhar aqui, adoro os alunos, meus colegas de trabalho, levanto todo o dia feliz pra vir pra cá”, destaca Rose em uma de suas falas. Confira a seguir o vídeo na íntegra:

 

Marcus Freitas tem 32 anos e a sete trabalha no Núcleo Experimental de Jornalismo (Nexjor), que divide espaço com o NEXPP e também é vinculado a FAC. O Nexjor é um ambiente onde os alunos podem vivenciar a prática da produção noticiosa, experimentando linguagens específicas e sua convergência. No vídeo a seguir o Marcus conta alguns momentos marcantes que viveu trabalhando no Nexjor:

 

Claudiomir Marques, ou Claudinho, como é mais conhecido, tem 46 anos e talvez seja um dos funcionários mais antigos e conhecidos da FAC. Há nove anos ele trabalha como cinegrafista e sempre que pode faz suas brincadeiras típicas com as turmas. Dá uma olhadinha no vídeo a seguir e conheça a experiência que Claudinho vivenciou ao fazer parte de um grupo de estudos.